terça-feira, 27 de junho de 2017

MistressMadura e Sra Lucia


Na verdade, era para ser um chá para as CDs.. mas foi marcado muito em cima da hora... então, deixamos um horário para o chá e depois para iniciarmos a Poly... que na verdade é uma trans, se vc não sabe ainda a diferença eu explico em E CD é Homem por acaso?

sábado, 10 de junho de 2017

Sessões Pagas, por que fazê-las?


Nada mais justo que ganhar por tempo perdido. De ganhar de gente que não quer Ds, mas mente para ter... de ganhar de gente, que só pode vir uma vez ou outra, os tidos, avulsos... Concordo quando se cobra, desses... Pq eles não querem Ds, não querem comprometimento, querem só a realização de seu (s) fetiches.. e pq não ganhar deles?

sábado, 3 de junho de 2017

CD é homem, por acaso?


Eu realmente fico chateada com tanta pergunta que me fazem sobre CD, que no fundo esconde um monte de discriminação, preconceito ou burrice, pura e simplesmente…. Por outro lado, também fico irritada com tanta nomenclatura. Isso não simplifica nada, só complica mais e mais a cabeça dos incautos..

sábado, 20 de maio de 2017

Dominando com Dom

Há muito eu queria um Dom, para fazer uma parceira comigo. Talvez tenha encontrado, na figura de um maduro cavalheiro, que se apresenta somente como DOM..

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Que os deuses do BDSM continuem me protegendo.

Há um ano, eu estava de malas prontas, para sair desse meio.. cheguei até a me desfazer de alguns acessórios.

Esse ano, muita coisa mudou. Tomei decisões, que já deveria ter tomado antes. Cansei de perder tanto tempo e nunca me divertir.

domingo, 23 de abril de 2017

Uma mentira, mas várias marcas

Nunca saberemos, quando o mais importante é a Domme ou o fetiche do escravo. Quando os fetiches são compatíveis, pior ainda.. Então vamos brincar, enquanto se tem.. vamos fazer de pequenas relações, um amontoado de recordações com fotos.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

The Best is Yet to Come!

Eu compreendo, perfeitamente as agruras de ser de alguém. E a dificuldade de se decidir, mesmo quando não se quer ir e quer ficar.
Eu sei reconhecer quando um escravo pertence a alguém e quando esse alguém sou eu, é muito mais fácil perceber.